A primeira ideia de máquina a vapor relatada na história ocorreu no século I, no ano 120 a.C, quando a máquina rudimentar, foi criada pelo matemático e engenheiro greco-egípcio Heron de Alexandria. No entanto, as máquinas térmicas obtiveram destaque de fato apenas no século 18, a partir de James Watt, mas somente em 1804 é que as máquinas a vapor passaram a ser utilizadas para locomoção. Percebe-se então, que desde a antiguidade o calor pode ser usado para vaporizar a água e assim, realizar um trabalho mecânico.

Pensando nisso, com o objetivo de relacionar a transformação de energia térmica em energia mecânica, os educandos das 2ª séries do EM do Colégio Sagrado Coração de Jesus, Unidade Educacional do SAGRADO – Rede de Educação em Bento Gonçalves/RS, sob a orientação da educadora Rita dos Santos, foram desafiados a construir o seu barco “pop pop” valendo-se de diferentes estratégias, as quais possibilitassem melhorar o rendimento e a potência de suas máquinas térmicas e analisar na prática, o ciclo termodinâmico.

Para quem não conhece, o barquinho “pop pop” é uma máquina térmica que transforma o calor das chamas da vela em movimento, ou seja, transforma a energia térmica em energia mecânica. Ele é movido pela energia proveniente do calor que se transfere da chama para o alumínio que se expande e empurra o barco para frente (ação e reação).

Esta atividade experimental com certeza possibilitou um melhor entendimento dos conceitos trabalhados, bem como auxiliou no desenvolvimento da habilidade de observação de fenômenos cotidianos, na formulação de hipóteses e na tomada de conclusões baseadas nas evidências.





 



Galerias

Você já ouviu falar em máquina a vapor?

Ver galeria